quarta-feira, 7 de março de 2018

Vida com abundância – Edir Macedo

Editora: Gráfica Universal
ISBN: 978-85-7140-149-5
Opinião: ★☆☆☆☆
Páginas: 64 

“Verdadeiramente, um pai rico só poderia ter filhos ricos. Se você, amigo leitor, não está vivendo como um abundante filho de Deus, é porque ou está afastado das origens da sua verdadeira família, ou não quer se apossar da herança; entretanto, se você deseja viver a verdadeira vida que Deus tem preparado, comece hoje, agora mesmo, a cobrar tudo aquilo que Ele tem prometido.”


“A vida abundante que Deus, pelo Seu grande amor, nos garante através de Jesus Cristo, inclui todas as bênçãos e provisões de que necessitamos, ou mesmo que venhamos a desejar.
Imediatamente, após darmos um passo para Deus, Ele corre ao nosso encontro, trazendo em Suas mãos tudo aquilo que tem reservado para nós.
Deus nos reserva o direito de serem preenchi dos em nós os três aspectos da vida humana que podem fazêla feliz: espiritual, físico e financeiro.”


         “O ditado popular de que “promessa é dívida” se aplica também a Deus. Tudo aquilo que Ele promete na Sua Palavra é uma dívida que tem para com você, amigo leitor.”


         “Em uma de nossas reuniões, uma senhora resolveu aceitar o desafio de provar a Deus e a única coisa que podia fazer naquela ocasião era dar os últimos cem cruzeiros que possuía.
Alguns dias depois ela recebeu Cr$ 97.000,00 de uma herança que jamais esperava receber. Uma outra começou a provar a Deus pagando o dízimo que era de Cr$ 750,00 em 1979. No ano de 1980, seu salário passou para Cr$ 85.000,00 e, então, ela passou a dar um dízimo dez vezes maior, levandose em consideração que seu salário foi multiplicado por dez.
Quem ganha com isso? Deus e você. Porque tendo sua renda aumentada, você viverá mais tranquilo e mais feliz, e Deus, porque você trará mais à Sua Igreja e Ele terá mais dinheiro para usar em favor de várias outras pessoas que estão necessitando de bênçãos.”


“O dinheiro é uma ferramenta sagrada usada na Obra de Deus. Ele é o dono de todas as coisas, mas nós somos os sócios nos Seus empreendi mentos. Dessa maneira, o dinheiro, que é humano, deve ser a nossa participação, enquanto que o poder espiritual e os milagres, que são divinos, são a participação de Deus.”


“Para edificarmos prosperamente a nossa vida, temos de obedecer à Palavra de Deus. Se Deus nos manda dar o dízimo, façamos isso e esperemos a resposta.
A lei de dar para receber não é apenas uma lei física; é, também, uma lei espiritual. Até o próprio Deus não escapou dessa lei, quando deu o Seu próprio Filho para que pudesse receber as nossas vidas e o nosso louvor.”
O MILAGRE DO DIZIMO
Dar o dízimo é se candidatar a receber bênçãos sem medida, de acordo com o que diz a Bíblia, sob os aspectos físico, espiritual e financeiro.
Quando pagamos o dízimo a Deus, Ele fica na obrigação (porque prometeu) de cumprir a Sua Palavra, repreendendo os espíritos devoradores que desgraçam a vida do homem, atuando nas doenças, nos acidentes, nos vícios, na degradação social e em todos os setores de atividade humana, fazendo com que o homem sofra eternamente.
Quando somos fiéis no dízimo, além de nos vermos livres desses sofrimentos, passamos a gozar de toda a plenitude da Terra, tendo Deus ao nosso lado, nos abençoando em todas as coisas.”


“O dízimo é importante para Deus e para a Igreja. Ambos nada podem fazer para alcançar os perdidos, sem o dinheiro tão necessário nessa sociedade de consumo na qual vivemos.”


“Quem é que tem o direito de provar a Deus, de cobrar d’Ele aquilo que prometeu? O dizimista!
Uma das grandes razões por que devemos dar o nosso dízimo é esta. Podemos e estamos no direito de provar a Deus. Ele mesmo nos convida a prováLo na Sua Palavra, e tal convite se dá exatamente quando Se refere ao dízimo.
“Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provaime nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida.”
Malaquias 3.10
Conhecemos muitos homens famosos que provaram a Deus com respeito ao dízimo e se transformaram em grandes milionários, como os senhores Colgate, Ford e Caterpilar. Homens que, além dos negócios e do acúmulo de riquezas, se preocuparam com a fidelidade a Deus e foram abençoados cada vez mais.
Você, amigo leitor, está convidado a ser dizimista; a provar o amor de Deus e o Seu plano em relação ao dinheiro. Passe a provar a Deus nesse aspecto e veja o que acontecerá na sua vida. Todas as pessoas ficarão surpresas com a sua prosperidade; seu dinheiro nunca acabará, pelo contrário, se multiplicará de tal maneira que você terá oportunidade de adquirir aquilo que sempre desejou. Nada irá lhe faltar, absolutamente nada, porque o Senhor estará contigo.”


“Uma das maiores revelações dadas ao homem é a de que Deus deseja ser nosso sócio.”

Nenhum comentário: