A conversão de São Paulo

A conversão de São Paulo
A conversão de São Paulo

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Surrealismo – Cathrin Klingsöhr-Leroy

Editora: Paisagem
ISBN: 3822833010
Opinião: ***
Páginas: 98 
Tentar o impossível – René Magritte


     “Eu obriguei-me a contradizer-me para evitar conformar-me com o meu próprio gosto.”
(Marcel Duchamp)


     “Deem-me duas horas por dia de atividade, e eu usarei as outras vinte e duas em sonhos.”
(Luis Buñuel)


     “Felizmente, algures entre o acaso e o mistério esta a imaginação, a única coisa que protege a nossa liberdade, independentemente do fato de as pessoas continuarem a tentar reduzi-la ou matá-la completamente.”
(Luis Buñuel)


     “O segredo da arte reside no fato não de procurar, mas sim de encontrar.”
(Pablo Picasso)


     “Cristóvão Colombo deveria ter partido à descoberta da América com um barco cheio de loucos.”
(André Breton)

A Boneca (Die Puppe) – Hans Bellmer


     “Antigamente, os pintores costumavam ser loucos e os compradores de pintura espertos. Agora, os pintores são espertos e os compradores são loucos.”
(Giorgio de Chirico)

As musas desinquietantes (Le muse inquietanti) - (Giorgio de Chirico)


     “Não sou eu que sou o palhaço, mas sim esta sociedade monstruosamente cínica e tão inconscientemente ingênua, que joga o jogo da seriedade para melhor esconder a sua loucura.”
(Salvador Dalí)

A persistência da memória (a. k. a.: relógios moles ou o tempo a fugir) (La persistence de la mémoire) – Salvador Dalí


     “A diferença entre mim e os surrealistas é que eu sou um surrealista.”
(Salvador Dalí)

Sonho causado pelo voo de uma abelha em torno de uma romã um segundo antes de acordar (Revê causé par le vol d’une abeille autor d’une granade, une seconde avant l’éveil) - Salvador Dalí


     “Um pintor perde-se quando se encontra a si próprio.”
(Max Ernst)

Tempo trespassado (La dureé poignardée) – René Magritte


O império das luzes (L’empire des lumières) – René Magritte


     “A pintura tem sempre um pé na arquitetura, um pé nos sonhos.”
(Matta)


     “Mais importante do que uma obra de arte propriamente dita é o seu efeito. A arte pode desaparecer, uma pintura pode ser destruída, o que conta é a semente.”
(Joan Miró)


     “A arte lava a alma da sujidade quotidiana.”
(Pablo Picasso)


     “Eu pinto as coisas como as penso, não como as vejo.”
(Pablo Picasso)

6 comentários:

aquela garota ali disse...

Sou apaixonada por surrealismo!
Parece ser um livro bem interessante (e caro!haha)
Mas, mais por curiosidade, qual a razão das três estrelas?

Gtfodude disse...

Adorei o post.
Vi seu blog na comunidade do Moby Dick, gostei muito, parabéns.

Doney disse...

Valeu...

Suzuki, as estrelas referem-se a opinião, lá na parte final do blog explica (talvez eu mude a ordem da lista, porque fica meio confuso).
Sobre o preço: paguei 10 reais nele... rs.

aquela garota ali disse...

eu entendi o significado das estrelas, só queria saber a razão ... nossa, estes livros são uma fortuna nas livrarias, até nos sebos! haha ..pelo menos aqui em ctba...
é que parece um livro tão legal... o que poderia ter mais para ele ganhar 5 estrelas? sinta-se à vontade para criticar, mas se sentir preguiça de responder eu entendo.

Doney disse...

Suzuki, só dei como “bom” a resposta, porque o livro não é nada assim, assim, mesmo.
Eu gostei muito dos aforismos que destaquei aqui, afora as pinturas, que são lindas (deu um belo trabalho encontrá-las na net, mas não me contentei enquanto não encontrei todas que queria). Porém, o texto do livro como um todo, é bem didático, um pouco pesado. Daí o fato da opinião não ser muito generosa.

Wagner Augusto disse...

cara que livro heim, muito bom, gostei....